04 julho 2009

mágica cor



Nego
a chama apagada
o pássaro sem asa
o cais sem barco
nego
o indivisível
a metamorfose
nego
o ninho sem ovo
o céu sem azul
Nego
que o amor
não seja
a mágica cor
e a ténue dor

tu...!

10 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

nostálgico, poético, forte.

gostei.

a imagem apropriada.

um beij

Márcia(clarinha) disse...

veemente negação da qual grito solidária________

semana de luz
beijos

Céci disse...

Eu tb negaria tudo isso!

Bjinhos

Céci

Xana disse...

Não se deve negar, deve-se encarar e pegar pelos cornos, é preciso é coragem para o fazer e nos mentalizarmos que tudo vai ser diferente.
beijo

Maria disse...

A teu lado, neste "nego".
Onde chego mais tarde do que desejaria. Mas é o tempo, ou a falta dele, já nem sei...

Um beijo

pin gente disse...

a minha resposta é sim!
faz a pergunta!
se não houver um não na tua frase.
se não houver um talvez...
se não sentir que estás ausente.
se não quiseres...
faz a pergunta!
e eu direi que sim!


um beijo, ausenda
luísa

A.S. disse...

Ausenda,

Nega o mundo! Nega o infinito!...
Mas não negues nunca que o amor é uma cor mágica, que vive fora do universo!!!


Delicioso este teu poema!

Beijos!

manzas disse...

Passando para sorver e saborear
Cada letra, palavra, frase, poema ou poesia…
Para ler e ver, este jeito e modo de vida,
O do universo das palavras!
Pensamentos que aludo!
Porque ler, sentir e sonhar
Para muitos… pode dizer nada!
Para outros… o nada pode dizer tudo!

Um fim-de-semana
Cheio de momentos e palavras
De amor e alegria!

-MANZAS-

maré disse...

porque negar
é afirmar a esperança

.
ou encetar a fuga

um beijo enorme ausenda

António Garrochinho disse...

é sempre a mágica cor e a ténue dor !