06 julho 2010

no lugar da lua




A medida do meu corpo
é um palmo do teu gemido

possante no deslumbramento

que faz fugaz o pensamento
e tão longo o beijo, vagueando no lugar da lua.
Onde o desejo incende
possuindo-te selvagem

e onde, só a minha nudez te transparece
como se fora eu luz na tua sombra,

numa dança muda do teu gesto
descrevendo cada rota de loucura!
(tela de olga sotto)

12 comentários:

Maria disse...

Lindíssimo!!!!!!

Beijo grande.

gabriela r martins disse...

de nu se veste o poema.......





.
um beijo

Ibel disse...

Desconhecia este teu blog. A qualidade de sempre e não há muito mais a dizer, porque é muito isto que digo.
Beijo

© Piedade Araújo Sol disse...

sensual e sonante.

boa semana!

beij

Virgínia do Carmo disse...

Sempre tão intensa, Ausenda!

Beijinhos

Rafael Castellar das Neves disse...

Muuuito intenso!! Isso aí!!

[]s

poetaeusou . . . disse...

*
entoações selvagens !
.
conchinhas,
,
*

Sonhadora disse...

Muita sensualidade...muito belo poema.

Beijinhos
Sonhadora

Nilson Barcelli disse...

Palavras intensas, bem medidas, dando lugar a um belo poema. Gostei.
Querida amiga, bom fim de semana.
Beijos.

Gil Moura disse...

Queridos amigos

Depois de algum interregno nas visitas e comentários nos vossos blogues, por motivos de ordem pessoal, aqui estou de novo a visitar os vossos cantinhos como merecem.

Desejo um resto de domingo bem passado, e uma semana plena de paz, amor e felicidade.

Beijos e abraços

Mário

A.S. disse...

... onde a transparência se turva
de desejo e prazer!


Beijosss
AL

© Piedade Araújo Sol disse...

:):):):)):