09 maio 2009



Miragem que me desperta
Do ser “eu”
Metamorfose
Que me arrasta
Para o infinito do céu
E eu…
Saciada da minha sede
Julgando seres tu
A minha fonte!

16 comentários:

Ludo Rex disse...

Epá, não sabia deste blog... :-)
Kisses

Olavo disse...

Passando para desejar uma ótima semana...

Paulo - Intemporal disse...

Ausenda

perdoa.me o atrevimento mas este post é a "minha cara".

a_____m_____e_____i

parabéns Ausenda no teu saber dizer.

um beijo abraçado.

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Faça uma lista de grandes amigos,
quem você mais via há dez anos atrás...
Quantos você ainda vê todo dia ?
Quantos você já não encontra mais?
Faça uma lista dos sonhos que tinha...
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre...
Quantos você conseguiu preservar?
Onde você ainda se reconhece,
na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora...
Quantos mistérios que você sondava,
quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo,
era o melhor que havia em você?
Quantas mentiras você condenava,
quantas você teve que cometer ?
Quantas canções que você não cantava,
hoje assobia pra sobreviver ...
Quantos segredos que você guardava,
hoje são bobos ninguém quer saber ...
Quantas pessoas que você amava,
hoje acredita que amam você?
(Oswaldo Montenegro)

Desejo uma semana com muito amor, carinho e saúde
Um grande abraço do amigo
Eduardo Poisl

Mírtilo MR disse...

Poema pequeno mas muito interior, profundo, algo místico, que parece encerrar, no fim, certo lamento, ou certa satisfação.
Quanto a «metamorfose», todos somos, pelo menos em sentido poético-figurativo, metamorfose, além de etária, mista de sentimental-cultural-social-religiosa, por vezes sem transformações exteriores, mas dentro de nós bem que existem ou poderão existir, ainda que tantas vezes pareçam mais constituir uma hibernação que uma evolução metamorfósica.
(Esclareço que vim ter aqui através do blogue «À Beira de Água», de Eduardo Aleixo, de quem sou amigo e onde comento.)
Saudações amistosas.

Mírtilo

Paola disse...

... tacteando a areia do deserto de mim não me descubro... e vou... na voragem do vento... a minha boca seca esvai-se na miragem de uma flor... um oásis... tu... espreitei-me... encontrei-te!

Que linda,amiga, a tua miragem.

Beijo doce

Nilson Barcelli disse...

Mas as miragens são quase sempre boas... se as agarrarmos...
Belo texto para uma bela foto. Gostei.
Querida amiga, tem uma óptima semana.
Beijo.

isabel mendes ferreira disse...

fonte.






criadora.

A.S. disse...

Ausenda...

A vida é uma metamorfode permanente... e as fontes são cada vez mais escassas!


Ternos beijos!

Mar Arável disse...

Nas fontes

sempre insaciáveis

natalia nuno disse...

Hoje roubei todas as rosas dos jardins
e cheguei ao pé de ti de mãos vazias

(Eugénio de Andrade)

Por isso matei a sede e parti

Beijinho

Maria P. disse...

Obrigada pela simpática visita, a Casa tem sempre a porta aberta...

E parabéns por este "tempo agreste", mas bonito.

Um abraço.

poetaeusou . . . disse...

*
saciei a minha fonte,
metamorseando a sede,
no EU, que SOU,
,
conchinhas de luz, deixo,
*

Sandra S. disse...

As miragens, normalmente, não passam de belos mares de enganos.
A verdadeira fonte encontra-se dentro de nós. Os únicos que saboreiam a nossa água, são aqueles que amamos realmente.
Os outros apenas humedecem os dedos dos pés.

:)
Desculpa a intromissão.
um beijinho

rui disse...

desculpa

rui disse...

Ausenda....fiquei em silencio
por alguns momentos..

Como podes pensar que disses-te algo que nao devias.......
Nem pensar isso....nem Tu o farias
nem Eu te iria dar motivos para o fazeres....
Gosto imenso daqui vir..adoro ler o que colocas..... e gosto de ser comentado por Ti.......
Eu tenho que pedir desculpas...
por lapso tenho me esquecido de vir aqui........

sobre este teu trabalho.........

Sede de desejo até podes ter....
mas so te deixarás saciar.....
se alguem te der um copo limpo
Sede podemos sempre ter.....
mas temos que ter cuidado com liquidos venenosos......

e agora vou embora......
te desejo uma boa noite e vou abrir
o teu comentário..porque tambem já tinha saudades dele...........

tudo bom para Ti.......
uma bela semana
um beijo
Rui